{ "data": [ { "event_name": "Purchase", "event_time": 1649086637, "action_source": "email", "user_data": { "em": [ "7b17fb0bd173f625b58636fb796407c22b3d16fc78302d79f0fd30c2fc2fc068" ], "ph": [ null ] }, "custom_data": { "currency": "BRL", "value": 1.99 } } ] "test_event_code:" "TEST69190" }
top of page

Criando metas através do método SMART

Atualizado: 16 de jan. de 2020

Quando você cria um pensamento, automaticamente, ele já existe no plano Universal e também, dentro do seu cérebro, que não é capaz de diferenciar realidade de pensamentos. No entanto, é preciso estruturar esses pensamentos e transformá-los em metas. Um método bem eficaz é o SMART, que vamos falar neste post.



Para você que deseja alcançar suas metas pessoais e/ou profissionais de forma estratégica, esta é uma ferramenta bem simples, porém, muito eficiente. Trata-se da SMART!


Considerada uma ferramenta de administração de empresas, as Metas SMART funcionam como uma espécie de checklist, no qual você verifica importantes premissas que devem ser atendidas por metas. Elas são construídas de moda a se considerar 5 atributos:


S: do verbo SPECIFIC = Específico

M: do verbo MEASURABLE = Mensurável

A: do verbo ATTAINABLE = Atingível

R: do verbo RELEVANT = Relevante

T: do verbo TIME BASED = Temporal


S [Specic – Específico] Uma meta para ser alcançável deve, antes de mais nada, ser ESPECÍFICA! Ou seja, ela não pode estar aberta para más interpretações, tanto da sua parte quanto da sua equipe. Especificar ao máximo uma meta é torná-la mais clara e objetiva possível. Confira alguns exemplos:


→ Qual o objetivo dessa meta?

→ O que será feito?

→ Quem serão os envolvidos?

→ Onde ela será realizada?

→  Como ela será realizada?


M [Measurable – Mensurável] Um dos princípios que torna uma meta alcançável é o fato dela ser MENSURÁVEL! Ou seja, passível de se calcular. Se não for mensurável, volte um passo e estabeleça uma nova meta.


→  Quanto é o resultado esperado?

→  Quanto tempo será necessário para realizá-la.


A [Attainable – Atingível] Pode até parecer óbvio, mas de nada adianta definir uma meta que não é ATINGÍVEL. Seria como se lançar ao mar em um navio furado, que não se pode navegar e, mesmo assim esperar não se frustar e alcançar seus objetivos. Os resultados seriam devastadores para você, como pessoa ou profissional. Portanto, ao construir sua meta SMART é importante que ela seja mensurável de tal forma que seus números sejam atingíveis. Para construir uma meta atingível é preciso:


→  Analisar o histórico e reconhecer se a meta é ou não atingível.

→  Conversar com a equipe e responsáveis para reconhecer se a meta é alcançável.

→ Perceber se pode ser realmente conquistada no prazo que você irá estipular.


R [Relevant – Relevante] Uma meta só pode ser reconhecida como RELEVANTE se impactar de forma positiva e diretamente sobre você ou sua empresa/negócio, de modo que você consiga trazer algum tipo de resultado, seja ele:


→  Aumento de faturamento.

→  Aumento no número de clientes.

→  Diminuição de custos.


T [Time Based – Temporal] Uma meta precisa ter um PRAZO! Ou seja, um tempo para ser batida, realizada. Normalmente, o prazo para conclusão surge naturalmente na etapa de torná-la mensurável. De qualquer forma, é essencial que o prazo de entrega seja alinhado com as pessoas envolvidas antes de ser definido, para que o mesmo seja condizente com a realidade e, consequentemente, cumprido. A construção de metas é uma habilidade que leva ao sucesso. Construir boas metas significa alcançar melhores resultados!


E aí? Vamos construir suas metas a partir da ferramenta SMART? Ainda ficou com dúvida? Entre em contato com a gente.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page